quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Produto testado: Fralda Pampers RN

No chá de bebê ganhei fraldas RN da Turma da Mônica. As fraldas são boas, mas um pouco volumosas.
Quando elas acabaram, decidi experimentar as Pampers RN. Uau! Amei!
Meu bebê está com 17 dias e continua usando esse tamanho. Elas são realmente muito boas. Confira as vantagens:
  • Pouco volume (fralda ultra fina)
  • Tira indicadora de xixi (fica azul se a fralda estiver cheia)
  • Centopeia flex (as laterais esticam)
  • Fita adesiva tipo velcro (dá para colar e descolar várias vezes)
  • Camada telada que retém o cocô
  • Corte para o umbigo
Prós: Listados acima
Contras: nenhum
Preço:R$10,90 com 20 fraldas

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Limonada rosa para festinhas de menina



Olha que charme essa limonada rosa feita com groselha!
Fica uma gracinha em festinhas de menina ou em chás de bebê.
Para saber a receita, clique aqui.

Ah! Eu estava pensando que também dá para fazer em outras cores... É só colocar corante comestível ao invés de groselha (assim também não modifica o sabor da limonada)...

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Site Abitrigo: receitas para os pequenos, dicas, dieta da gestante e mais!

Achei muito legal o site da Abitrigo sobre alimentação para a mamãe e para as crianças.
Ele traz asssuntos como dieta da gestante, dieta infantil, receitas para fazer com ou sem a criançada na cozinha, quiz, animações, dentre outros.

Para acessar, clique na imagem abaixo:

logotipo

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Inspire-se! Festa de aniversário criativa









Festinha de aniversário com carinha de "homemade". Simples, mas super criativa! Inspire-se!
Fotos da Revista Casa e Jardim.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Primeiro Natal do bebê

Neste Natal já estarei com o meu pequeno nos braços. Por isso, achei esse artigo sobre como lidar com os bebês nas festas de fim de ano muito interessante. Confira a íntegra aqui.

roupa-natal-bebe

Orientações para deixar seu pequeno lindo e confortável durante uma comemoração


Leve roupinha extra e água quente para a “ceia” do pequeno

Toda mãe (e pai) quer chegar com seu bebê lindamente produzido para exibi-lo em seu primeiro Natal ou Réveillon. Ok, ninguém quer tirar de você esse prazer mais do que legítimo!Mas, como esse tipo de traje não costuma ser muito cômodo, leve também roupas confortáveis e fresquinhas para trocar e garantir o bem-estar do pequeno ao longo da noite.
“As roupas devem ser de tecido natural, leves, frescas e que facilitem a circulação de ar. Nada de brilhos, paetês, sobreposições e tênis. Além de serem quentes, são inadequados para a idade”, aconselha Heloísa Yoshida, psicopedagoga e diretora da Sistêmica Desenvolvimento de Pessoas, do Rio de Janeiro. (...)

A ceia dos pequenos
Se seu filho tem menos de 6 meses e apenas mama no peito, utilize o quarto destinado a ele para amamentá-lo como de costume. Caso ele tome mamadeira, muna-se de uma garrafa térmica com a água aquecida no ponto ideal e misture ao leite em pó na hora da mamada. Isso porque durante a festa pode ser complicado conseguir uma vaga no fogão ou mesmo acertar a temperatura do leite.
Para os bebês que já estão na fase das papinhas, o melhor é levá-las prontas para o consumo. (...)
De acordo com o pediatra Salgado Junior, mesmo que seu filho já consuma o que toda a família come, não conte com a ceia para fazer o pratinho dele. Alimentos aparentemente inocentes, como o arroz ou a carne de peru, geralmente levam muita gordura e temperos estranhos ao paladar dos pequenos. “Esse pratos certamente aumentam o risco de uma indisposição como a diarréia”, diz o especialista.

Procure um cantinho para a hora do sono e para trocar o bebê
A criança dificilmente vai pregar os olhinhos num ambiente tranquilo como ao que está habituada. O que dá para fazer é amenizar o desconforto. “Nas festas de final de ano é difícil minimizar o barulho, mas é interessante selecionar o lugar mais aconchegante da casa, fechar a porta e a janela do cômodo”, sugere a psicóloga Silvana.
Se o pequeno não estiver acostumado a dormir no carrinho, acomode-o em um colchonete ou colchão forrado com um lençol limpo, que deve ser colocado no chão a fim de evitar quedas. Lembre-se de levar o travesseiro e outros objetos que são usados no ritual de dormir, como chupeta, paninhos, brinquedos e outros itens que ajudem a acalmar. Mesmo que o bebê adormeça em meio aos convidados, não vale a pena deixá-lo ali, porque as luzes e o barulho irão prejudicar seu sono.
Procure monitorar a criança enquanto ela dorme, sem deixá-la sozinha por períodos muito longos. (...)

Os cuidados com a higiene
Felizmente, vivemos na era da fralda descartável, o que facilita e muito a higiene do bebê. Para situações como as festas de fim de ano, é válido, ainda, lançar mão dos lencinhos umedecidos, mesmo para quem tem o hábito de fazer a limpeza do bumbum do pequeno com algodão e água morna.
(...)

Festas em clima de verão
Na maior parte do Brasil, faz muito calor no final de dezembro. Nas regiões mais quentes, os quartos costumam ter ar-condicionado. É interessante ligá-lo para climatizar o ambiente e proporcionar um sono mais agradável para o bebê. Porém, certifique-se de que o aparelho tenha sido limpo recentemente.
“A higienização do sistema é necessária para evitar contaminação por microorganismos patogênicos e acúmulo de poeira”, avisa Salgado Junior. “É preciso, ainda, ter cuidado para que a temperatura não esteja excessivamente fria e nem o ar voltado diretamente na direção da criança”, completa o médico. Ventiladores também podem ser usados, desde que sejam de teto ou fiquem instalados longe da criança para que não haja acidentes.
(...)

Barulho: o que fazer para aliviar o incômodo
Chegamos ao ponto crítico das festas de fim de ano, em especial do Réveillon: o barulho. Contornar os efeitos que a poluição sonora causa no bebê é quase uma missão impossível, mesmo quando a comemoração é na casa de familiares. O que fazer para aliviar o incômodo causado pelo falatório, música alta e os estampidos de rojões e fogos de artifício?
A única maneira é aconchegar o bebê e passar tranqüilidade sempre que ele der sinais de estar com medo. “É normal a criança se assustar com o barulho. Nesse momento, envolva-a em seus braços e diga que está tudo bem para que se sinta acolhida e protegida”, sugere a psicóloga Silvana Ussami. Redobre o carinho quando a virada do ano se aproximar.
“Antes da meia-noite, é imprescindível que os pais estejam com o filho no quarto. Se ele estiver acordado, eles podem pegá-lo no colo e embalá-lo”, aconselha Heloísa Yoshida. “Se o bebê estiver acordado após o barulho dos fogos, os pais podem sair e cumprimentar os parentes e amigos com ele. Em seguida, devem voltar para o quarto para que o pequeno possa dormir tranqüilamente”, diz a psicopedagoga.


terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Livro: Pais responsáveis educam juntos - Cris Poli

Pais responsáveis educam juntos


Mais um livro que li durante a gestação e que recomendo.

O mais novo livro de Cris Poli (a Supernanny) trata de assuntos pertinentes aos papéis que pai e mãe devem cumprir em relação à criação dos filhos, ainda que os mesmos não vivam juntos. Com exemplos próprios e de famílias que conheceu ao longo de sua carreira como educadora, a autora mostra de forma extremamente prática a melhor maneira de os pais agirem em diversas situações, desde a amamentação até a como impor limites e discipliná-los em amor. Você conhecerá as fases da criança, as mudanças em suas atitudes e comportamentos e aprenderá a como controlar e usar as emoções a seu favor.

O livro custa R$19,90* no site da editora.

*Preço praticado no dia 06/12/11.

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Chupeta com nome do bebê

Pack Menina Tamanho 3 - Látex (Pack 3 unid.)NUK Genius Azul&Verde Tam. 1 - Silicone (Pack 3 unid.)

Para não trocarem as chupetas do(a) seu(ua) filho(a) na creche/ escolinha...

À venda no site Chupetas com Nome (o site é em português, mas o preço é em Euro).

domingo, 18 de dezembro de 2011

Relato de parto


Olá, pessoal!
Depois de alguns dias sumida da internet, estou de volta!
Justificativa? O nascimento do meu lindo Bernardo! Sim! Ele nasceu na última segunda-feira (12/11) às 22:06 pesando 3.230kg e medindo 48cm.
Contrariando minhas espectativas de que ele viraria dentro de minha barriga e encaixaria para um parto normal, o Bê decidiu continuar sentado. Ao completar 38 semanas, meu médico resolveu que seria melhor optarmos pala cesária. E foi realmente a melhor decisão que tomamos... Deus sabe de todas as coisas e sempre age para o nosso melhor...

Meu parto

Cheguei a Santa Casa na segunda por volta das 19h. Dei entrada na papelada e fui para o quarto juntamente com meu marido. Ficamos lá aguardando, pois meu médico estava realizando um outro parto.
Por volta das 21:30h, após receber algumas instruções e trocar de roupa, fui levada em uma maca até a sala de cirurgia. Lá, recebi perfusão de soro e ocitocina, além de ter meus batimentos monitorados continuamente.
Então, recebi a anestesia, que, aos poucos, foi tornando o meu corpo (desde a barriga até os pés) totalmente anestesiados... Gente! E aqui foi a pior parte pra mim... Ir deixando de controlar meus movimentos, sentir uma pressão na cabeça e ter a nítida sensação de que estavam mexendo na minha barriga, mas sem distinguir direito o que acontecia! Uhhh... Me dá calafrios até agora...
Mas... Tinha de ser assim.
A equipe médica foi fantástica. Todos conversavam comigo. E o meu maridão estava ali do meu lado pra me apoiar. Imprescindível!
A verdade é que meu parto foi bastante complicado. O Bernardo estava sentado e ainda com o cordão umbilical com duas voltas no pescoço (isso ninguém sabia...). Mas, enfim, ele nasceu. A cabecinha foi a última a passar. E, depois de alguns segundos angustiantes, ele chorou (e eu chorei mais ainda de alívio e gratidão a Deus).
Depois disso, ele foi mostrado a mim e levado para alguns procedimentos enquanto a equipe fazia a sutura.
E o que é a sensação pós-cirúrgica... Senti muito, muito frio mesmo, embora estivesse com um cobertor bem grosso. Depois, uma coceira incontrolável no rosto... E algumas horas até que voltasse minha sensibilidade.
Mas, o pior estava por vir...
A pediatra de plantão, que inclusive será a pediatra dele, prometeu que ele seria levado até o meu quarto dentro de três ou quatro horas. Só que eu fui para o quarto, o efeito da anestesia passou, eu tomei banho, lanchei e nada do meu filho. Passei a madrugada pensando no pior, mas orando para que Deus tirasse aquele sentimento de mim e guardasse o meu bebê.
Somente às seis da manhã, após passar a noite em claro, fiquei sabendo que ele havia tido dificuldades em se adaptar ao novo meio e, com problemas para respirar, havia ficado sob observação. Ainda meio tonta, fui levada para vê-lo. Meu coração disparou ao ver meu pequenino com aquela sonda... Mas, graças ao Senhor, tudo havia terminado bem.
Por volta das dez da manhã, meu bebê pode ficar comigo definitivamente. Foi uma bênção de Deus!
Comecei a amamentá-lo e ele me derreteu com aqueles olhinhos lindos e com uma força de sucção incrível! rsrs
No dia da nossa alta, ele estava meio amarelinho, então, pedi à pediatra que o deixasse um pouco no banho de luz. Fomos para casa no dia seguinte. E desde então, estou curtindo ao máximo meu tempo com esse presente de Deus: meu Bê!

"Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito". (Romanos 8:28)



segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

O Bernardo está chegando!


Olá, pessoal!

Hoje estou indo para a maternidade. Meu bebezinho está a caminho e estou ansiosa para vê-lo.
Assim que puder, estarei aqui com vocês novamente!
Um grande abraço, Aline.

Faça você mesma: Bolinhas de sabão coloridas

Uma ideia muito legal para brincar com as crianças é fazer bolinhas de sabão coloridas.

Isso mesmo! Para fugir das bolinhas de sabão tradicionais, basta adicionar corante líquido na cor que você preferir ao vidrinho de bolinhas de sabão (daqueles que são vendidos nas lojas de R$1,99).
E o melhor é que, quando acabar, você pode fazer mais com detergente e água... Quanta economia!!!

Dica: É melhor brincar em um espaço aberto, pois as bolinhas podem manchar paredes e móveis!!!

Mas, se você prefere não ter trabalho e gosta de comprar em lojas de impotados. Vale a pena conferir o kit pronto aqui.

domingo, 11 de dezembro de 2011

A rotina espera meu bebê

Já falei aqui do livro Nana nenê, do autor Gary Ezzo. Ao terminar de lê-lo, tratei logo de montar uma rotina para o Bernardo. Assim, quando ele nascer já posso aplicá-la e nos adequar aos horários. Detalhe: NÃO concordo com a ideia de deixar o bebê chorando sozinho!!!

A ideia é preencher os horários conforme a nossa adaptação, mas respeitando os intervalos de 2h30mim a 3h entre cada início de mamada, tendo cerca de 30min de mamada de cada vez nas primeiras 8 semanas de vida.

Abaixo, segue o modelo para quem se interessar:

Detalhe: Pretendo utilizar fraldas ecológicas no meu bebê, por isso o ítem "fralda de pano". Já encomendei no site Babyslings e, quando eu usar, posto minha opinião aqui.

ATUALIZAÇÃO DO POST (25/03/12):

Olá. Hoje o meu bebê já está com três meses e voltei a esse post confrme o prometido.
Infelizmente, a rotina que idealizei para o meu bebê não deu muito certo porque ele teve um período muito longo de cólicas.
Assim que cheguei da maternidade, tudo corria bem, exceto pelo fato de o meu bebê conseguir intervalos entre mamadas de apenas duas horas. Contudo, com a chegada das crises intensas de cólicas tudo foi pro espaço. Acredito que para bebês que não sofrem com cólicas a rotina explicada no livro Nana Nenê funcione bem.
Ainda assim, tenho tentado aplicar um mínimo de organização diária para nossas vidas, mesmo sem horários rígidos. Hoje, o Bernardo acorda às 7h ou 8h da manhã, mama de duas em duas horas mais ou menos e pega no sono por volta das 19h. Lá pelas 22:30h eu tiro ele dormindo do berço e dou mamá, colocando ele no berço sem que ele tenha acordado. Assim, ele tem dormido a noite toda.

sábado, 10 de dezembro de 2011

Como preparar a máquina para lavar as roupinhas do bebê






Antes de seu bebê usar qualquer roupinha pela primeira vez, é preciso lavá-la tomando alguns cuidados. Veja:
  1. Higienizar sua máquina de lavar roupas: essa instução está nos manuais, na parte de manutenção e limpeza. Depois de seguir as orientações no fabricante da máquina e com ela já limpa e higienizada, começamos a lavar as roupinhas. A llimpeza consiste em passar água fervente ns depósitos de amaciante e sabão, retirando toda a água e repetindo o processo umas três vezes. Depois, coloca-se meio litro de água sanitária na máquina, ecolhendo o processo de lavagem baixo (pouca água) e deixando a máquina completar o ciclo de lavagem normalmente.
  2. Use o programa de lavagem mais curto que tiver e de preferência para roupas delicadas. Lave com sabão neutro ou próprio para roupas de bebês. Procure não usar amaciantes.
  3. Depois de secas, é importante passar com ferro quente - sempre tomando cuidado com as estampas.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Plano de parto


Acho muito importante a gestante fazer um plano de parto. Isso ajuda a definir para si própria e para a equipe médica os desejos quanto a esse momento tão especial!
Fiz o meu e mostrei para meu obstetra que aprovou a maioria dos itens, com exceção daquilo que dependia de uma estrutura incompatível com a da maternidade.
Foi bom ter feito um plano de parto normal, mas com o adendo para uma possível cesárea, já que, na 33ª semana de gestação, meu bebê já estava encaixadinho para nascer, mas, semana passada, quando fui fazer a ultrassonografia com doppler do 3º trimestre, constatamos que nosso acróbata havia sentado.
Segunda-feira saberemos qual será o tipo de parto, mas o plano já está pronto para ser entregue à equipe da maternidade...

Para você ter uma ideia de como fazer o seu plano de parto, postei abaixo o meu.

-------------------------------------------------------------------------------------------

Plano de Parto

Sabemos que o parto pode tomar diferentes rumos. Quando os planos não puderem ser seguidos, gostaríamos de ter acesso a informações quanto às possíveis escolhas.
Abaixo, listamos nossos desejos quanto ao nascimento do nosso filho, caso tudo aconteça normalmente. 

Trabalho de parto
·         Presença de meu marido.
·         Sem tricotomia (depilação) ou enema (lavagem intestinal).
·         Sem perfusão contínua de soro e sem ocitocina, caso não seja necessário.
·         Liberdade para caminhar e escolher a posição que quero ficar.
·         Liberdade para o uso ilimitado da banheira e/ou chuveiro.
·         Monitoramento fetal: intermitente e não contínuo.
·         Analgesia: peço que não seja oferecido anestésico ou analgésico. Eu pedirei quando achar necessário.
·         Sem rompimento artificial de bolsa.

Parto
·         Prefiro fazer força só durante as contrações, quando eu sentir vontade, em vez de ser guiada.
·         Não gostaria que minha barriga fosse empurrada para baixo. Caso seja necessário, espero ser consultada.
·         Episiotomia: prefiro não ter. Para prevenir laceração gostaria que o períneo fosse amparado na expulsão.
·         Gostaria que as luzes fossem apagadas (penumbra) e que houvesse um ambiente calmo.
·         Gostaria de ter o bebê imediatamente colocado em meu colo, mesmo durante quaisquer procedimentos.
·         O médico cortará o cordão umbilical, depois que parar de pulsar.

Após o parto
·         Aguardar a expulsão espontânea da placenta, sem tração. Se possível com auxílio da amamentação.
·         Quero o bebê comigo o tempo todo, mesmo para exames e avaliação.
·         Administração de nitrato de prata ou antibióticos oftálmicos ao bebê se necessário.
·         Administração de injeção de vitamina K ao bebê.
·         Quero fazer a amamentação sob livre demanda.
·         Em hipótese alguma, oferecer água glicosada, bicos ou qualquer outra coisa ao bebê.
·         Alojamento conjunto com bebê o tempo todo.
·         Gostaria que o bebê não tivesse retirado de seu corpo todo o vernix e que o primeiro banho fosse adiado.

Caso a cesárea seja necessária
·         Exijo o início natural do trabalho de parto antes de se resolver pela cesárea.
·         Quero a presença de meu marido na sala de parto.
·         Anestesia: Gostaria de ser consultada sobre as melhores opções conforme o caso. Não quero sedação.
·         Na hora do nascimento, gostaria que o campo fosse abaixado para que eu possa vê-lo nascer.
·         Após o nascimento, gostaria que colocassem o bebê sobre meu peito e que minhas mãos estejam livres.
·         Gostaria de permanecer com o bebê no contato pele a pele mesmo durante a sutura.
·         Também gostaria de amamentar o bebê e ter alojamento conjunto o quanto antes.

Nós agradecemos à equipe médica por nos auxiliar para que esse momento único para nossas vidas seja também um momento tranquilo como deve ser.

São José dos Campos, ___/___/___,


________________________________                         _________________________________

Exercícios para grávidas




Achei o site do Hospital Santa Lúcia que tem dicas de exercícios para grávidas muito interessante. Dá para fazer em casa, mas antes consulte o seu obstetra. Clique aqui para visualizar a página.





quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Amostra grátis Bepantol Baby

Devido ao sucesso da promoção, a Bayer retomou a distribuição das amostras grátis do creme antiassaduras Bepantol Baby. Já ouvi falar muito bem dele e, por isso, me cadastrei pra receber o meu.

Acesse o site e peça já sua amostra. Mas seja rápida: é por tempo limitado!

Livro: Sete necessidades básicas da criança - John M. Drescher

Sete necessidades básicas da criança

Esse livro eu li quando ainda nem pensava em ser mãe. Sempre gostei de lidar com crianças e, durante muitos anos, fiz parte de um programa de voluntariado com crianças na igreja. E, para entendê-las melhor, comprei o livro.
A verdade é que eu já li esse livro umas 4 ou 5 vezes e não me canso. Ele é permeado de histórias interessantes sobre relacionamento entre pais e filhos e trata das principais necessidades que uma criança tem: sentido de significado, segurança, aceitação, amor, elogios, disciplina e Deus.
Vale muito a pena ler e reler.

Preço: R$14,90* no site da editora.

* Preço praticado no dia 06/12/11.

Kit Maternidade e festa infantil

Olá, pessoal!

Encontrei um site super legal em que a blogueira vende kits para festa infantil e também kits para maternidade. Uma ótima ajuda pra quem não tem tempo de preparar mimos, mas quer algo do tipo "handmade".

Você pode conferir o blog aqui.
 





Inspire-se! Porta da maternidade


Inspire-se!
Olha que gracinha! Anúncio de nascimento para porta da maternidade em feltro estilo "twitter" do site Gift Define.

Se eu conseguir, ainda faço um pro Bernardo...


O que realmente é necessário para o enxoval do bebê (ATUALIZADO)


ATUALIZADO!!! Agora, meu bebê está com 8 meses (agosto/12) e resolvi atualizar a listinha com minha nova visão sobre as compras do enxoval! Meus comentários estão em azul.

Achei esse artigo da Revista Crescer muito interessante. Afinal, dizem que a gente tem de comprar tanta coisa para o bebê e, no final, a gente não usa nem metade! As frases em azul são minhas...

Itens essenciais: 
·         Bodys de mangas longas: Camisetas que se abotoam entre as pernas do bebê, para ele ficar com a barriga quentinha. Uns 5 de cada tamanho bastam. Você provavelmente ganhará algum. (prefira os que tenham botões na lateral do pescocinho - são bem mais fáceis de colocar e de retirar! Você não sabe como vai ser o seu bebê, se ele vai ser agitado, chorão... Então, o melhor é já comprar roupinhas até o tamanho M. Alguém poderia ter me avisado sobre isso!!! Minha sugestão é: 6 RN, 6 P, 6 M (se for inverno quando ele estiver com uns 3-4 meses) ou 2 M (se for verão))
·         Bodys de mangas curtas: 5 de cada tamanho bastam.  (prefira os que tenham botões na lateral do pescocinho - são bem mais fáceis de colocar e de retirar! Minha sugestão é: 3 RN, 3 P, 6 M
·         Culotes: Calças, geralmente de malha, que vêm com ou sem pé. Como os bebês crescem rápido, as que têm pé se perdem mais depressa. As sem pé, o bebê usa com meias. Umas 6 bastam. (as com pé são melhores para quando eles já mexem nos pezinhos - lá pelos 4 meses - porque eles acabam tirando as meias...)
·         Meias: Vale a pena ter uns 3 pares se as calças que comprar não tiverem pé.
·         Macacões: Vão por cima do body e, quando faz muito frio, por cima do body e do culote. Você vai precisar de uns 6, mas deve ganhar alguns.
·         Casacos de lã: É bom ter uns 2; se nascer no inverno, talvez mais um. (Eu preferi de linha tam.P. Não compre RN porque nesse período eles só vivem enrolados na manta mesmo!)
·         Fraldas de tecido: Para aparar babas, regurgitações etc.Tenha umas 5. (aquelas fraldinhas de boca são menores e melhores para isso)
·         Toalhas: Tenha 2 ou 3. Algumas vêm com capuz, útil para secar a cabecinha. (o capuz a gente usa mais mesmo quando eles estão maiores. Prefira as que já venham com forro de fralda.)
·         Toalhas-fralda: Feitas do tecido das fraldas, mais leves, são usadas dentro da toalha normal para secar o bebê. (me arrependi de não ter comprado, pois agora que meu bebê está maior, é super necessário pra enxugar as partes que a toalha não cobre... Fiquei usando fraldas comuns mesmo.)
·         Banheira (no início, dá até pra usar uma bacia grande, mas tenha uma banheira para quando ele estiver maior; de preferência uma grande em que ele possa caber até tomar banho de chuveiro.)
·         Kit de higiene: Com um pote para água, outro para algodão e uma garrafa térmica, você está bem servida. Se quiser, pode colocar tudo na bandeja (Eu fiz meu próprio kit. Veja aqui.)
·         Algodão (Veja minha dica de economia aqui.)
·         Lenços umedecidos: São mais práticos do que algodão e água quando você sai com a criança (Veja como fazer lenços umedecidos em casa aqui. Eu só recomendo pra quando o bebê estiver maiorzinho.)
·         Sabonete neutro
·         Conjunto para manicure: Vem com tesoura para unhas, trim e uma lixa (No início eu usava muito a tesourinha, mas agora prefiro o cortador.)
·          Creme para assaduras. (Falei sobre o Boni aqui, mas hoje prefiro o Bepantol Baby)
·         Escova e pente para cabelo (Até hoje só usei a escova.)
·         Fraldas descartáveis: Compre uns 3 pacotes para recém-nascido, RN. Com o tempo, experimente que marca cai melhor no seu bebê. (Veja as dicas de fraldas aqui.)
·          Bebê-conforto: (Se você tem carro, é item obrigatório! Se não tem, eu acho muito útil pra usar como moisés tb e pra quando for pegar carona, andar de táxi... Procure um bem confortável.)
·         Carrinho de passeio (O legal é ter também uma capa para chuva. Além da chuva, ela ajuda a proteger o bebê do vento.)
·         Berço (Dê preferência para aqueles que têm a grade lateral que abaixa. Facilita muito a vida!)
·         Lençol para carrinho: Com 2 ou 3 você protege o carrinho e o bebê fica mais confortável.
·         Protetor de colchão (no caso do colchão escolhido não ter lado com forro plástico)
·         Protetor de berço: Amparo colocado na lateral para evitar que o bebê se machuque (Compre pelo menos dois kits para trocar quando for lavar)
·         Lençol com elástico para berço: Provavelmente só usará o lençol de baixo por um bom tempo. As crianças dormem enroladinhas nas mantas que usam de dia. Bastam 2 ou 3. (Tem uma época, entre 3 e 5 meses, que os bebês fazem uns cocôs bombásticos... hehe Então, é melhor comprar mais lençóis com elástico...)
·         Mantas: Uma mais leve e uma bem quentinha servem para enrolar o bebê. Se nascer no inverno, considere mais uma ou um edredom. (Eu prefiro as mantas de plush. Meu filho ganhou uma que tem zíper e vira um saco de dormir que ele usa até hoje. Muito boa!)

Pode ser útil:
·         Casacos de linha: Não são imprescindíveis, mas são bonitinhos... (Prefiro esses aos de lã)
·         Fraldas de boca: Mais bonitas que as grandes, mas nem sempre dão conta.(Vale a pena ter das duas.)
·         Babadores: O bebê começará a usar mais tarde; deixe para comprar depois, se quiser. Uns 4 bastam. (Eu recomendo comprar um de silicone para dar comidinha. É lavável e mais durável. Mas é bom ter alguns de pano também para quando ele começar a babar muito, dê preferência aos que abotoam porque são mais práticos e confortáveis.)
·         Touca ou gorro: Se estiver muito frio, pode ser útil, mas ganha um prêmio quem conseguir fazê-los parar na cabecinha..(Se a touca for justinha, daquelas que têm dobra e, se o gorro tiver como amarrar, é tranquilo.)
·         Bolsa para roupinhas e tralheiras: Você pode usar qualquer modelo, caso não esteja no pique de comprar uma especial. (É bom ter de todos os tamanhos.)

  •           Aspirador nasal: Limpa o nariz do bebê por sucção. Deixe para comprar no primeiro resfriado. Quem sabe seu filho não aprende a assoar o nariz antes? 
·         Vaporizador: Só compre se o pediatra recomendar por alguma razão
·         Mamadeiras: Deixe para comprar quando precisar, porque o tamanho do bico muda. A não ser que você tenha algum impedimento para amamentar
·         Aquecedor de mamadeiras: Só compre, se precisar, mais tarde. Qualquer fogão ou forno microondas basta
·         Escova para mamadeiras: É útil para limpá-las, se você for comprá-las
·         Esterilizador: Já ouviu falar em água fervendo? Serve igual. Esterilizadores usados no microondas podem ser práticos
·         Chupetas: Converse com o pediatra. Algumas crianças não usam (Eu tentei uns 5 modelos e ele não pegou nenhuma! Mas é bom ter se vc quiser tentar em um momento de desespero)
·         Porta-chupetas: Se comprar chupetas, é útil para carregá-las
·         Prendedores de chupeta: Se comprar chupetas, é útil para prendê-las à roupa do bebê, evitando quedas
·          Colônia: Só se você fizer questão...
·         Óleo: Caso queira massagear o bebê (É muito bom também pra colocar umas gotinhas em um potinho com água morna e jogar no bebê depois do banho como enxágue.)
·         Frasqueira: Para ficar tudo organizado
·         Absorventes para os seios: Feitos de algodão, servem para absorver o excesso de leite. Espere para ver se precisará mesmo deles. (Se estiver amamentando, é ótimo.)
·         Conchas para os seios: De silicone, servem para deixar os seios arejados e recolher o excesso de leite. Veja se precisará mesmo. (Usei mais antes do bebê nascer para preparar os bicos.)
·         Protetores para os seios: De silicone, protege o bico do seio. Use apenas se estiver machucada. (Pra mim, não funcionou.)
·         Tira-leite: Aparelho manual ou elétrico para retirar o excesso de leite e armazená-lo. Espere para ver se será necessário
·         Canguru: Colete que, preso a um adulto, serve para carregar a criança. Deixe para comprar mais tarde e teste antes. Nem todo mundo se adapta. (Usei bastante o sling no início e, após o quarto mês, usei o canguru e uso até hoje.)
·         Mosquiteiro: No verão, é útil. (Até hoje uso - mesmo sendo inverno - e tem evitado as marquinhas de mosquito no rostinho dele.)

Itens supérfluos: compre apenas se você gostou da idéia 
·         Babá eletrônica: Fique tranqüila. Se o bebê chorar, você vai ouvi-lo. (Com certeza! A não ser que vc more numa mansão! )
·         Conjuntos de pagão: São compostos por uma camiseta regata, um casaquinho e uma calça de malha. Body e culote juntos cumprem a mesma função e são mais práticos. (Ninguém merece vestir conjunto pagão no bebê. É aquilo: cobre um lado, descobre o outro...)
·          Saída de maternidade: É um conjunto composto por um macacão e uma manta combinando. Se quiser, você pode tentar montar um, não precisa comprar pronto (Inclusive sai bem mais barato!)
·         Cueiro: Tecido de flanela que serve para enrolar a criança. Nunca ouviu falar? Talvez porque não seja necessário... (Na verdade, eu usei e foi útil nos dias menos quentes...)
·         Luvas: Vai se mudar para a Sibéria? Não? Então, desconsidere
·         Sapatos: Criança só anda bem mais tarde, mas muitos acham tão bonitinho...
·         Termômetro para banho: Mede a temperatura da água, caso você não confie nas próprias mãos.
·          Conta-gotas: A maioria dos remédios vem com conta-gotas
·         Pinça higiênica: Pinça plástica para pegar os itens já esterilizados. Serve algum utensílio que você tiver em casa; basta esterilizá-lo
·          Mordedor: Seu filho provavelmente vai gostar mais de morder outras coisas (Mas vale a pena ter algo próprio pra isso...)
·          Loção higienizante: A maioria dos pediatras recomenda algodão e água morna para limpar os bebês
·         Espuma para banheira: Vai dentro da banheira para evitar que o bebê escorregue. Na verdade, basta segurá-lo (Útil na fase em que a criança senta, mas não sabe se equilibrar ainda)
·         Fita-crepe: Só os vendedores das lojas devem saber para quê.. (E a vovó provavelmente...)
·          Almofada para amamentar: Qualquer uma serve, o ideal é esperar para ver como você se ajeita melhor.
·         Moisés: Cesto para transportar a criança. Se você tem carrinho e bebê-conforto, não precisa.
·         Saia de berço: só para enfeitar
·         Travesseiro: Não é necessário no primeiro ano de vida
·         Fronhas avulsas: Oh, para quê?

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Andador para bebês

Nossa! Só de pensar em ficar abaixada assim o tempo todo pra ensinar o Bê a andar já dá uma canseira...
Pra quem não quer chegar no fim do dia com dor nas costas, inventaram esse andador para bebês. Ideia super criativa!
Tem pra vender na Amazon (em dólar) e na BBTrends (em reais). Só que o preço é um pouco salgado...

Faça você mesma: tapete de atividades

Olha que ideia legal para quem tem talento com a máquina de costura! Não está em português, mas dá para acompanhar os moldes...




terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Livro: Como reinventar o casamento quando os filhos nascem - Gary Chapman


Está aí um livro que me foi recomendado pela minha amiga Rapha e que eu mais que recomendo também!
E o melhor: custa apenas R$9,90* no site da editora Mundo Cristão e é de uma leitura gostosa e rápida.

Nesse livro, o autor Gary Chapman nos dá dicas imperdíveis de como manter a chama do amor na relação entre marido e mulher mesmo após a chegada do primeiro filho. Nessa etapa, novos papéis devem ser descobertos pelos dois, já que de "marido e mulher" passam a empenhar também o papel de "pai e mãe". Assim, ele nos ensina a enfrentar os novos desafios e a poder desfrutar da alegria que é fazer parte de uma família.

Sobre o autor: Desde 1979, "Doutor Casamento" já escreveu mais de 30 livros, todos sobre relacionamento afetivo, o que faz de Chapman um dos maiores autores mundiais no gênero. Prova da atualidade e perenidade dos conceitos criados por ele foi a publicação do livro As cinco linguagens do amor. Lançado em 1992, ainda hoje aparece na lista dos mais vendidos do jornal The New York Times.

*Preço praticado no dia 06/12/11.

Faça você mesma: bolo de fraldas para chá de bebê


Acho muito interessante a ideia de um bolo de fraldas para decorar o chá de bebê. Não fiz no meu porque não tive tempo, mas recomendo.
Tem gente na internet cobrando cerca de R$200 por um bolo desses. Então, vale a pena fazer em casa.
Seguem abaixo o link de um vídeo no YouTube e o passo a passo de um site com fotos.
Escolha o seu e solte a imaginação!

Material necessário:

  • Fraldas Descartáveis (aprox. 80 unidades)
  • 1 mamadeira ou rolo de papelão
  • Elástico para fixar as fraldas
  • Fitas decorativas
  • Cola quente
  • Enfeites (bichinho de pelúcia, flores e etc)

Link Youtube: http://www.youtube.com/watch?v=84dLxCOU9-Y

PAP: http://carolinafazendoarte.blogspot.com/2010/06/bolo-de-fraldas-passo-passo.html